Um Guia Para Iniciantes Sobre Como Investir Em Criptomoedas
Trading

Um Guia Para Iniciantes Sobre Como Investir Em Criptomoedas

7 months ago

Se você decidiu investir em criptomoedas, mas não sabe por onde começar, este guia é para você.

Um Guia Para Iniciantes Sobre Como Investir Em Criptomoedas

Índice

Na última década, as criptomoedas provaram ser não apenas uma das classes de ativos com o melhor desempenho da nossa geração, mas uma das classes de ativos com melhor desempenho sem previsão de parada.

Desde sua criação, as maiores criptomoedas como o Bitcoin e o Ethereum experimentaram um crescimento praticamente parabólico, gerando retornos que deixaram os investidores tradicionais morrendo de inveja. No mesmo sentido, até as criptomoedas e ativos digitais menos estabelecidos geraram retornos impressionantes para os especuladores.

O espaço das criptomoedas está crescendo rapidamente, mas é cercado de riscos que podem dificultar a navegação segura - ainda mais para os iniciantes.

Se você decidiu investir em criptomoedas, mas não sabe por onde começar, este guia é para você. Aprofundaremos aqui alguns dos conceitos e considerações mais importantes que você precisa entender ao investir, além de fornecer algumas dicas que o ajudarão em sua jornada.

Este guia não exaure o tema. Sempre há novas oportunidades, plataformas e criptomoedas surgindo diariamente, muitas possuindo um valor genuíno, apesar de não ser o caso da maioria. Este guia deve ajudá-lo a obter os fundamentos necessários para começar com o pé direito, antes de avançar para os recursos que atendem às suas necessidades e estratégias individuais.

Join us in showcasing the cryptocurrency revolution, one newsletter at a time. Subscribe now to get daily news and market updates right to your inbox, along with our millions of other subscribers (that’s right, millions love us!) — what are you waiting for?

Diferentes Blockchains

Da mesma forma que existem diversos sistemas operacionais como macOS, Windows, Linux e Android, há também diferentes blockchains.

Alguns desses blockchains são projetados principalmente para suportar criptomoedas e pagamentos digitais, como o Bitcoin, Bitcoin Cash, Monero e Dogecoin, enquanto outros suportam contratos inteligentes e aplicativos descentralizados (DApps) - estes são essencialmente aplicativos executados em uma máquina virtual distribuída.

Atualmente, alguns dos mais populares blockchains com capacidade para contratos inteligentes incluem o Ethereum, BNB Chain, Solana e Avalanche. Cada um deles possui sua própria variedade de DApps populares, muitos dos quais são genuinamente úteis e seguros, enquanto outros não. Você também precisará de uma carteira separada para interagir com cada um deles.

Esta pode variar consideravelmente em sua forma, função, propósito e utilidade, o que significa que cada uma apresenta oportunidades e riscos diferentes.

Novos blockchains capazes de suportar contratos inteligentes surgem regularmente e continuam a alcançar o sucesso. No entanto, muitos não atingem seu objetivo, migrando para um novo caso de uso ou falhando completamente.

Dica para os iniciantes: Os blockchains em estágio inicial geralmente prometem o mundo e não cumprem. A história mostra que a entrega de melhorias inovadoras geralmente leva anos. No entanto, é uma boa ideia se familiarizar com as diferentes plataformas para maximizar o número de oportunidades disponíveis.

O Que São Carteiras de Criptomoedas?

Qualquer um que deseje interagir ou investir em criptomoedas precisará de algum tipo de carteira para gerenciar e armazenar seus ativos digitais. Assim como a carteira onde você armazena seu dinheiro e cartões, as carteiras de criptomoedas podem variar consideravelmente em sua forma, função e segurança.

Em termos gerais, as carteiras podem ser divididas em suas categorias: de custódia e sem custódia:

Carteiras de custódia: Essas carteiras são mantidas por terceiros — como corretoras como a Binance, ou uma plataforma que lida com ativos digitais como a Nexo. Elas geralmente têm a vantagem de serem relativamente fáceis de usar e estarem conectadas a uma variedade de produtos e serviços, além de oferecer suporte a uma grande variedade de criptomoedas, mas apresentam uma grande desvantagem: não disponibilizam acesso às suas chaves privadas. Isso significa que, se a plataforma ficar off-line para manutenção ou for invadida, você perderá seus ativos temporariamente ou permanentemente.
Carteiras sem custódia: Essas são carteiras que não dependem de terceiros centralizados para manter ou proteger suas chaves privadas. Como resultado, os holders de carteiras sem custódia estão sempre no controle total de seus ativos e são responsáveis por sua custódia. Isso inclui muitas carteiras móveis e de software, assim como carteiras hardware. Elas possuem o benefício de estarem sempre disponíveis e suportarem múltiplos ativos e blockchains, mas podem ser mais complicadas de usar, o que aumenta as chances do usuário cometer erros. Algumas das carteiras sem custódia mais populares foram abordadas aqui.
Dica para iniciantes: Cada carteira possui seus prós e contras. Recomendamos priorizar a segurança acima de tudo, principalmente se você tiver um portfólio volumoso. Optar por uma carteira fria em vez de uma carteira quente é um bom começo.

Corretoras de Criptomoedas

Para investir em criptomoedas você provavelmente precisará usar a plataforma de uma corretora. Isso normalmente permite que você compre, venda ou negocie uma variedade de criptomoedas em um ambiente seguro e acessível.

Em termos gerais, as corretoras podem ser divididas em dois principais tipos: centralizadas (CEX) ou descentralizadas (DEX). As corretoras centralizadas são mais rápidas, baratas de usar e fáceis de acessar, mas às custas da sua privacidade e da custódia de seus ativos As corretoras descentralizadas normalmente apresentam uma melhor seleção de ativos e permitem que você mantenha o controle total de seus ativos o tempo todo, mas geralmente são mais difíceis de usar e caras.

A maioria dos traders profissionais de criptomoedas se aproveitam de ambas como parte de sua estratégia de negociação e podem usar as corretoras para operar long, short ou ambos para maximizar o número de oportunidades.

Como iniciante, é provável que você queira começar com uma corretora como a Coinbase ou plataforma de trading no spot como a Binance, para começar seus investimentos em criptomoedas e negociações básicas. A partir daqui, você pode continuar especulando com instrumentos financeiros mais complexos, como futuros, opções, mercados de previsão e tokens alavancados.

Dica para iniciantes: Independente de ser centralizada ou descentralizada, você quase certamente precisará usar uma variedade de criptomoedas como parte de sua estratégia de investimento. Dessa forma, recomendamos experimentar algumas das principais plataformas para ver quais atendem melhor às suas necessidades - considerando segurança, seleção de ativos, opções de negociação, liquidez, reputação, etc.

Uma lista atualizada das corretoras pode ser encontrada aqui.

O Que São Launchpads (Plataforma de Lançamento) de Criptomoedas?

Ao longo de 2021, as launchpads (plataformas de lançamento) cresceram rapidamente e se tornaram uma das formas mais populares de se expor a novos projetos - por meio de um processo conhecido como oferta inicial de DEX (IDO).

Resumindo, essas plataformas selecionam manualmente os projetos em estágio inicial e, em seguida, abrem uma rodada de financiamento para esses projetos, possibilitando que seus usuários possam investir antes deles serem listados em uma corretora de terceiros. Esses tokens geralmente são vendidos a um preço relativamente baixo e podem estar sujeitos a um cronograma de "vesting", o que significa essencialmente que os tokens são desbloqueados periodicamente.

A grande maioria dos projetos de melhor desempenho deste ano realizaram uma ou mais launchpads, mas isso não necessariamente garante o sucesso. Diversos projetos de baixa qualidade também são lançados em launchpad - embora as plataformas de alto calibre tendem a ter um excelente histórico.

As launchpads podem funcionar de formas diferentes, mas a grande maioria tem essas três propriedade em comum:

  • Os participantes devem manter e fazer stake de uma quantidade fixa mínima do token nativo da plataforma.
  • Os usuários são divididos em níveis com base no número de tokens mantidos ou em stake. Os níveis mais elevados normalmente obtêm alocações maiores, melhor acesso a projetos e menos requisitos secundários.
  • Os projetos são selecionados manualmente pela equipe da plataforma de lançamento, com o objetivo de selecionar apenas os projetos de alta qualidade que gerarão um retorno positivo para os investidores.

Como tudo no espaço das criptomoedas, o cenário da launchpad é incrivelmente diversificado e existem dezenas de plataformas diferentes disponíveis. Muitos deles se concentram em projetos lançados em um blockchain específico (por exemplo, Solanium foca na Solana, enquanto Terraformer foca no Terra), enquanto outros focam em setores ou nichos específicos — como NFT, DeFi, jogos ou projetos do metaverso.

Selecionamos uma breve lista de algumas launchpads aqui, mas tenha em mente que essa lista pode (e provavelmente irá) mudar com o tempo.

Dica para iniciantes: Nem todas as launchpads são iguais. Inclusive, até mesmo as melhores launchpads às vezes falham. Dito isso, as principais launchpads já geraram excelentes retornos para os investidores, enquanto que as launchpads menos estabelecidos podem dar certo, ou não. É aconselhável estudar antes de ingressar em qualquer plataforma de lançamento.

Finanças Descentralizadas (DeFi)

As finanças descentralizadas, ou DeFi, estão emergindo rapidamente como um dos casos de uso mais proeminentes para a tecnologia blockchain, sendo muitas vezes consideradas a próxima geração da infraestrutura financeira.

Em resumo, essas são as ferramentas, plataformas, protocolos, camadas e serviços que permitem que os usuários utilizem suas criptomoedas em um ambiente financeiro, muitas vezes replicando ferramentas e serviços financeiros tradicionais - como bancos, provedores de empréstimo, corretoras, mercados de seguros e muito mais.

Com um cenário de serviços em rápida expansão, a DeFi apresenta diversas oportunidades de investimento, com muitas sendo genuinamente lucrativas, enquanto outras acabam sendo menos atraentes do que parecem.

Quer se aprofundar mais em DeFi? Confira nossa análise profunda sobre o assunto.

Muitos diriam que, como investidor de criptomoedas, você estaria prestando um grande desserviço a si mesmo se não buscar, no mínimo, uma noção básica do cenário DeFi e das oportunidades/riscos que ela apresenta.

Algumas das infraestruturas mais populares de DeFi incluem:

  • Corretoras Descentralizadas (DEXs): Elas permitem que os usuários façam trade de criptomoedas sem depender de plataformas centralizadas. Algumas das plataformas mais populares incluem Uniswap, Curve, PancakeSwap e TraderJoe.
  • Agregadores: Eles agregam as ofertas de diversos produtos DeFi para ajudar os usuários a encontrarem as melhores taxas e/ou ofertas por meio de uma interface única, por exemplo, 1inch, que agrega preços de várias DEXs.
  • Protocolos abertos de empréstimo: Usados para empréstimos de criptomoedas por meio de pools de ativos descentralizados. As opções populares incluem Aave, Compound e Venus.
  • Ativos sintéticos: São ativos baseados em Blockchain que replicam as propriedades e/ou ação dos preços de outros ativos digitais ou do mundo real, como ações sintéticas como do Mirror Protocol ou “synths“ do Synthetix.
  • Mercados descentralizados: Usados para negociar ativos digitais, incluindo NFTs e criptomoedas em mercados ponto-a-ponto, como OpenSea e HoDooi.
  • Rendimento de farms: Usado principalmente para obter rendimento com depósitos de criptomoedas ou tokens provedores de liquidez. Os exemplos incluem a PancakeSwap, Pangolin e WagyuSwap.
  • Plataformas de derivativos descentralizados: São plataformas que permitem a criação, negociação e uso de derivativos descentralizados, incluindo a Augur, Injective Protocol e BarnBridge.
  • Seguro: Essas plataformas permitem que os usuários façam planos de seguro para suas posições em criptomoedas, para se protegerem contra uma variedade de riscos - como hacks ou bugs dos contratos inteligentes. Elas também podem ser usadas para obter rendimentos fornecendo liquidez para os protocolos de seguro como o Nexus Mutual.
  • Stablecoins garantidas: São as stablecoins que não são diretamente apoiadas por fiat, mas são garantidas por ativos voláteis. Isso inclui DAI e TerraUSD (UST).
  • Launchpads (Plataformas de Lançamentos): Muitas launchpads podem ser consideradas uma infraestrutura de DeFi, pois oferecem acesso sem confiança e sem permissão a IDOs.
  • Contas de Poupança/Investimento: Essas plataformas permitem que os usuários depositem fundos para obter um rendimento, geralmente usando várias estratégias. Os exemplos incluem Orion Money, Bitlocus e Yearn Finance.

Como mencionamos antes, cada blockchain tem sua própria infraestrutura DeFi, embora muitas plataformas optem por serem implantadas em vários blockchains diferentes. Por esse motivo, o cenário DeFi é uma espécie de toca do coelho, e pode ser difícil ficar por dentro de cada novo desenvolvimento e inovação.

No entanto, há diversas oportunidades de investimento e de lucrar por meio de produtos e plataformas DeFi - seja especulando sobre seus ativos nativos, alavancando sua renda passiva, fornecendo liquidez e etc.

Dica para iniciantes: Com um setor em rápida ascensão, o espaço de DeFi pode ser um lugar arriscado para investir ou alocar seus fundos. Hacks, roubos e falhas no protocolo são relativamente comuns, principalmente entre plataformas menos estabelecidas. Em razão disso, é importante estudar os riscos associados à DeFi para que você saiba como evitá-los.

Tokens Não Fungíveis (NFTs)

Embora os tokens não fungíveis existam há quase tanto tempo quanto as criptomoedas, só recentemente eles ganharam a atenção do público.

Hoje em dia, eles geralmente são usados para representar obras de arte, itens do jogo, colecionáveis digitais e outros tipos de direitos de propriedade. Alguns podem continuar a valorizar consideravelmente ao longo do tempo, enquanto outros só perderão valor.

Você pode ter ouvido falar de inúmeras histórias de pessoas que ficaram milionárias da noite para o dia, que normalmente envolvem um indivíduo que passou dos trapos à riqueza simplesmente comprando e vendendo NFTs.

Embora alguns tenham realmente ficado incrivelmente ricos graças aos seus investimentos em NFT, esses indivíduos são a exceção - a maioria dos investidores de NFT não ficará rica com seus investimentos. Dito isso, em algumas oportunidades é possível obter lucro, mas geralmente é um pouco mais complicado do que simplesmente comprar alguns NFTs e manter por um tempo antes de vendê-los por 100x o preço de aquisição.

No geral, há uma variedade de fatores que determinam se um NFT terá seu preço valorizado, incluindo:

  • Raridade: Os NFTs mais raros da coleção tendem a ser (mais não é uma regra) mais valiosos do que os NFTs mais comuns. Isso normalmente só se aplica a coleções de NFT que geralmente são consideradas desejáveis.
  • Preço de entrada (aquisição): Quanto mais perto do preço original do NFTs você pagar (ou seja, custo de emissão), maior a probabilidade de você ver seu token crescer em valor. Dito isso, as coleções indesejáveis podem cair abaixo do preço de emissão, e nunca se recuperar.
  • Hype: Muitas coleções de NFT passam por um crescimento gradual dos preços por um longo período de tempo, enquanto outras experimentam um aumento repentino no valor como resultado de uma rápida mudança na tendência de hype em torno do ativo. Essa valorização pode ser tão transitória quanto a hype.
  • Utilidade: Alguns NFTs, incluindo aqueles associados a jogos em blockchain e experiências interativas, podem ter utilidade. Os NFTs com excelente utilidade podem ser investimentos mais atraentes do que aqueles com pouco ou nenhum.
  • Designer/criador: No caso de obras de arte em NFT, as peças criadas por um artista específico podem continuar a aumentar de valor. Por exemplo, um NFT criado pelo renomado artista digital Beeple tem o potencial de render milhões de dólares em um leilão.
  • Oferta e demanda: Um NFT pode ter seu valor reduzido se sua coleção tiver uma oferta em excesso, enquanto que a demanda excessiva pode aumentá-lo. Como resultado, é provável que seu NFT seja mais valioso se você o vender quando o mercado estiver quente.

Como acontece com muitos ativos, o sucesso em investir em NFT normalmente se resume à seleção de ativos, estratégia de entrada/saída, foco de longo prazo e, muitas vezes, um pouco de sorte. Em qualquer caso, quanto mais informação você tiver sobre o espaço de NFT, melhores serão suas chances de reconhecer uma oportunidade genuinamente atraente.

Dica para iniciantes: Há um grande número de ferramentas que podem ser usadas para monitorar coleções populares de NFT, assim como as que ainda estão por vir, incluindo nosso próprio monitor de NFT e ferramenta NFT Paradiseda Nansen. Considere aproveitar as ferramentas mais recentes como parte de sua estratégia de investimento em NFT.

Stablecoins

Como o próprio nome sugere, stablecoins são um tipo de criptomoeda com preço estável. Elas são projetadas para manter seu valor fixo atrelado e são usadas principalmente por aqueles que desejam, temporariamente, se afastar da volatilidade.

As stablecoins geralmente não são consideradas um ativo especulativo; no entanto, as pequenas variações nas avaliações das stablecoin podem ser uma fonte de lucro para os árbitros. Ademais, muitas stablecoins estabilizadas por algoritmos têm mecanismos para recompensar aqueles que ajudam essas stablecoins a se manter atrelada.

No momento da elaboração deste artigo, existem versões de stablecoin de várias moedas fiat, incluindo com US dollar (USD), euro (EUR) e lira turca (TRY).

As três stablecoins pareadas ao dólar americano mais popualres são Tether (USDT), USD Coin (USDC) e Binance USD (BUSD), e as stablecoins pareadas ao euro mais populares são STASIS EURO (EURS) e Tether EURO (EURT).

A estabilidade pode ser mantida de várias formas, através do pareamento em 1:1 com a moeda fiat real mantida em uma conta de custódia pelo emissor da stablecoins ou ser estabilizada algoritmicamente, usando reservas de ativos voláteis e oracles para manter o preço o mais próximo possível do ativo representado.

Dica para iniciantes: Embora seja improvável que você queira “investir“ em stablecoins, você provavelmente vai querer se familiarizar com a forma como elas trabalham e como são negociadas. As stablecoins podem variar consideravelmente em sua acessibilidade, estabilidade e liquidez.

Estratégias de Investimento

Como investidor, você vai precisar de uma estratégia de investimento - não há outra forma de fazê-lo. Ou seja, a menos que você planeje negociar como Mr. Goxx, um amado hamster que superou o mercado de ações ao negociar criptomoedas involuntariamente aleatoriamente.

Dependendo do perfil, capital inicial, tolerância ao risco, e uma infinidade de outros fatores, as estratégias de investimento podem variar consideravelmente de pessoa para pessoa. Alguns preferem praticar day trade para garantir vitórias rápidas sem considerar muito o panorama mais amplo, enquanto outros preferem o jogo a longo prazo, e irão se sentar nos ativos por meses ou até anos antes de obter lucros.

Se você estiver nisso para o longo prazo, considere usar o custo médio em dólar para limitar a sua exposição à volatilidade.
Mas no geral, você usará a análise técnica (TA) e/ou a análise fundamentalista como parte de seu processo de seleção de ativos e decisões de entrada/saída. Ou, no mínimo, você precisará de alguma forma de encontrar oportunidades de investimento atraentes e algum entendimento sobre quando obter lucros ou cortar suas perdas.

Interessado em saber mais sobre as diferenças entre AT e AF? Clique aqui!

Embora não possamos dizer exatamente como investir ou como gerenciar seus fundos, há diversas ferramentas e fontes de informação que podem ajudá-lo a tomar decisões de investimento mais inteligentes. Mas em geral, quanto mais informado você estiver sobre o mercado, melhor poderá prevê-lo.

Listamos abaixo uma variedade de ferramentas e recursos que podem ajudá-lo em sua jornada de investimento:

Dica para iniciantes: Se você está com dificuldades em lucrar, considere investir no fundo de criptomoedas. São plataformas que gerenciam fundos em nome de seus clientes e utilizam uma equipe de trader, analistas e especialistas experientes para investir em criptomoedas. Alguns dos fundos de maior reputação normalmente têm relatórios excelentes e historicamente geraram rendimentos impressionantes para os investidores.

No entanto, sempre estude e verifique a reputação, a equipe e o desempenho passado do fundo. Tenha em mente que nem todos os fundos são verdadeiros e que o lucro nunca é garantido.

Gerenciamento de Risco

Gerenciar seu risco é primordial se você deseja sobreviver no espaço de investimento em criptomoedas, e é uma das melhores maneiras de garantir que você tenha uma boa chance de obter lucros. Na prática, isso significa controlar o tamanho das suas posições, bem como escolher cuidadosamente seus investimentos com base nos indicadores certos. Como em todos os investimentos, nunca invista mais do que você possui (e está disposto) a perder, e nunca coloque todos os seus ovos na mesma cesta.

O cenário das criptomoedas está ficando cada vez mais diversificado e a concorrência vem aumentando em todas as partes da indústria. Em razão disso, embora já tenha sido uma estratégia viável simplesmente jogar todo o seu dinheiro em praticamente qualquer coisa e esperar por um lucro, agora existem mais fracassos do que vencedores - mas esses vencedores ainda possuem um desempenho incrivelmente bom.

Manter um portfólio diversificado o ajudará a reduzir a exposição à volatilidade, além de oferecer mais chances de selecionar um grande vencedor.

Diferentemente de muitos outros mercados, o mercado de criptomoedas apresenta vários riscos inerentes que devem ser pontuados, considerados e, idealmente, mitigados. Isso inclui um potencial muito maior para exit scams (golpes de saída), falhas no protocolo, repressão do governo, hacks e violações. Entender e evitar isso pode ser uma tarefa importante no gerenciamento de risco.

Dica para iniciantes: Para os verdadeiramente avessos ao risco, há uma linha de produtos de seguro descentralizado que pode ser usada para se defender contra certos riscos, como um hack no protocolo ou falha no contrato inteligente. No momento, algumas das opções mais populares incluem Nexus Mutual, InsurAce e Etherisc — mas tenha em mente que elas também possuem seus próprios riscos.

Uma Palavra de Atenção

Infelizmente, como todo o sistema financeiro, o setor de criptomoedas está repleto de golpes. Eles focam principalmente nos investidores menos experientes, mas há uma variedade de golpes mais sofisticados ou nuances que podem derrubar até mesmo investidores experientes.

Reconhecer e evitar esses golpes geralmente requer um amplo entendimento do espaço das criptomoedas e um conhecimento técnico básico de como as principais criptomoedas funcionam.

Dito isso, simplesmente evitar se expor a atividades fraudulentas pode minimizar o risco de ser afetado. Aplicativos de mídia social e de mensagem como o Twitter, Telegram, Reddit e Discord são repletos de golpistas.

Em geral, os golpes de criptomoedas normalmente seguem uma ou mais dessas estruturas básicas:

  • Aplicativos/sites falsos: São versões falsas de sites ou aplicativos que imitam o original, mas na verdade são projetados para roubar sua frase-semente ou chave privada. Eles também podem solicitar que você envie um pagamento manualmente.
  • E-mail falsos: Os golpistas frequentemente enviam e-mails para usuários que foram vítimas de vazamento de dados. Normalmente, eles imitam uma empresa ou pessoa genuína, mas contêm alguma fraude - como uma "oportunidade" de investimento falsa ou solicitação para redefinir sua senha em uma plataforma específica para que eles possam assumir o controle da sua conta.
  • Mensagens diretas: Os golpistas se apresentam como membros confiáveis de uma comunidade ou empresa e, em seguida, entram em contato diretamente com você e outros alvos por meio de um PM/DM, fingindo oferecer ajuda para um problema que o usuário está enfrentando ou oferecendo um desconto ou oferta. Em algum momento do golpe, eles tentarão roubar seus fundos.

Os golpistas podem ser incrivelmente inteligentes e muitos golpes não são tão simples de identificar. No entanto, os golpistas costumam empregar alguns truques diferentes para aumentar sua taxa de sucesso. Isso inclui:

  • Urgência: a oferta parece boa demais para ser verdade e muitas vezes precisa que a resposta seja rápida. Esta é uma tentativa de forçá-lo a agir sem avaliar adequadamente os riscos ou fazer sua devida análise. Por exemplo, você pode tentar participar de um IDO muito procurado e, em seguida, um golpista manda uma mensagem para você com uma oportunidade de investimento especial disponível por apenas cinco minutos.
  • Roubo de identidade: Os golpistas se passarão por pessoas conhecidas, confiáveis ou influentes em uma comunidade para reduzir as chances do alvo desconfiar da oferta, e assim enganá-lo a acreditar em sua legitimidade. Isso pode incluir duplicar a foto do perfil de uma pessoa, endereço de e-mail, nome de usuário, etc. ou até mesmo falsificar contas inteiras, grupos e muito mais. Isso é muito comum no Telegram.
  • Comentários falsos: Muitos golpes comuns com criptomoedas também incluirão dezenas de avaliações e depoimentos falsos de outras pessoas que supostamente se beneficiaram da oferta. Por exemplo, um golpe de "duplicador de Bitcoin" (comum no Twitter) pode incluir um grande número de respostas de outras contas falsas alegando ter dobrado seu Bitcoin na tentativa de ludibriar o alvo.

Embora não seja um golpe em si, há um grande problema de desinformação no setor de criptomoedas, o que pode dificultar a navegação de novos investidores. Uma das melhores maneiras de evitar isso é simplesmente seguir as fontes oficiais de informações e de notícias. Confiar em opiniões ou boca a boca pode ser uma receita para o desastre.

Dica para iniciantes: A maioria dos golpes com criptomoedas depende que você forneça manualmente sua frase-semente, detalhes de login ou chaves privadas ao golpista. Se alguém solicitar essas informações, considere isso um alerta imediato e indícios da prática de golpe, justificando que você faça uma extensa análise.

Começando Com a CoinMarketCap

A CoinMarketCap foi desenvolvida para fornecer uma fonte única e confiável para todos os dados que você precisa. Por possuirmos dezenas de recursos como — extensos feeds de dados, nosso rastreador de taxas de juros, plataformas de aprenda e ganhe - pode ser difícil saber por onde começar.

É por isso que criamos este vídeo para ajudá-lo a se familiarizar com nossos recursos!

Este artigo contém links para sites de terceiros ou outros conteúdos apenas para fins informativos (“Sites de Terceiros”). Os Sites de Terceiros não estão sob o controle da CoinMarketCap, e a CoinMarketCap não é responsável pelo conteúdo de qualquer Site de Terceiros, incluindo, mas não se limitando, a qualquer link contido em um Site de Terceiros, ou quaisquer alterações ou atualizações do Site de Terceiros. A CoinMarketCap fornece esses links para você apenas para conveniência, e a inclusão de qualquer link não implica endosso, aprovação ou recomendação do site pela CoinMarketCap ou qualquer associação com seus operadores. Este artigo deve ser usado e deve ser usado apenas para fins informativos. É importante fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomar qualquer decisão material relacionada a qualquer um dos produtos ou serviços descritos. Este artigo não se destina a, e não deve ser interpretado como, recomendação financeira. As visões e opiniões expressas neste artigo são do autor [da empresa] e não refletem necessariamente as da CoinMarketCap.
7 people liked this article