Um Guia Completo para Receber Renda Passiva com Empréstimos
How-to Guides

Um Guia Completo para Receber Renda Passiva com Empréstimos

14m
1 year ago

A Academy da CoinMarketCap confere como gerar renda passiva emprestando seus criptoativos.

Um Guia Completo para Receber Renda Passiva com Empréstimos

Índice

Protocolos de empréstimo são cruciais para todo o setor de criptomoedas. Eles são mercados monetários responsáveis por reunir duas categorias de usuários no ecossistema: aquele que oferta e o que recebe o empréstimo.
Eles protocolos ajudam o usuário que deseja emprestar um capital extra (pode ser um criptoativo não volátil como stablecoin) contra seu capital existente (pode ser um criptoativo como o ETH).

Uma transação simples está em jogo aqui: um credor fornece seus ativos para o pool de empréstimo. O mutuário entra e toma um empréstimo desse pool, fornecendo garantias. Os juros que o mutuário paga vão para o credor, tornando a transação idealmente lucrativa tanto para quem empresta, quanto para quem recebe.

Naturalmente, quanto mais ativos são emprestados do pool de empréstimo, mais alta é a taxa de juros que os credores recebem, certo? Bom, tudo depende de como o mercado está se saindo naquele momento. Além disso, as taxas de juros que os credores ganham por participarem de pools de empréstimos também variam de acordo com o que é conhecido como taxa de utilização.

Assim, há vários fatores que influenciam a taxa de juros que você pode obter apenas fornecendo seu capital para um pool de empréstimo. Como isso funciona? Do que depende a taxa de juros? Emprestar é mesmo uma estratégia lucrativa de renda passiva em criptomoedas?

Nós responderemos a estas e muitas outras perguntas relacionadas neste artigo.

Join us in showcasing the cryptocurrency revolution, one newsletter at a time. Subscribe now to get daily news and market updates right to your inbox, along with our millions of other subscribers (that’s right, millions love us!) — what are you waiting for?

Entendendo Como Funciona os Pools de Empréstimo

Acima exploramos como os pools de empréstimo funcionam em um processo simples, porém abstrato.

Os credores fornecem seu capital para um pool onde os mutuários são capazes de tomá-lo emprestado, fornecendo garantias. Os fundos do pool de credores são agregados usando um contrato inteligente. O contrato inteligente também ajuda a determinar as taxas de juros, o prazo de pagamento do empréstimo e assim por diante. No momento desta publicação, os três principais protocolos de empréstimo por capitalização de mercado estão atualmente gerenciando mais de US$60 milhões de volume todos os dias.

Como Funciona Emprestar

Quando os credores fornecem seus tokens para o pool de liquidez (LP), eles recebem em troca tokens LP que são emitidos pelo contrato inteligente e representam o token subjacente fornecido (eles podem ser vinculados 1:1 ou podem ser token com valor acrescido que aumentam continuamente de valor conforme os juros se acumulam). Após algum tempo, quando o credor quiser sacar seus tokens, ele pode simplesmente devolver seus tokens LP e receber os tokens originais em troca. Naturalmente, os credores neste caso só fornecem seu capital para a LP se eles virem que há uma chance de ter lucro.

Como Funciona Obter Empréstimo

Da mesma forma, quando um usuário quer pedir um empréstimo no pool, ele fornece como garantia os tokens que são suportados. Estes tokens são depositados no LP ou são mantidos na carteira do mutuário, mas o LP é capaz de bloqueá-lo no caso do mutuário não pagar o empréstimo. Caso eles não paguem o empréstimo de volta, ocorrerá a liquidação - o protocolo entra para pagar o empréstimo de volta e recebe a garantia dos mutuários, descontando um valor por sua atuação.

Taxa de utilização e Como Isso Funciona

Este tipo de dinâmica entre credores, mutuários e até mesmo liquidantes garante que os pools de empréstimo sejam capazes de suportar as transações independentemente das condições do mercado. E para garantir que sempre haja liquidez suficiente para que os mutuários possam emprestar sempre e sempre haja mutuários suficientes para os credores fornecerem seus fundos ao LP, uma fórmula é usada. É uma fórmula simples que aparece assim:

Taxa de utilização = capital emprestado/capital total

A taxa de utilização aqui refere-se à forma como o LP é utilizado. Se a quantidade total de capital emprestado exceder o capital total disponível, a taxa de utilização excederá o valor de 1, portanto, não haverá liquidez suficiente disponível para que os novos mutuários tomem capital emprestado.

No entanto, se o capital emprestado for 0 (ou seja, não há empréstimos na LP) a taxa de utilização também será 0, tornando quase impossível para os credores depositarem seu capital. Ou seja, se não houver mutuários, não há função para o capital disponível.

Mas por que essas coisas são importantes? Elas são importantes uma vez que, para qualquer credor fornecer seus ativos, a LP precisa ser útil o suficiente para trazer retornos saudáveis aos seus ativos. Caso contrário, eles podem acabar trancando seu capital sem gerar nenhum retorno interessante.

A taxa de juros que você obtém sobre seu capital depositado varia de acordo com as condições do mercado. Se houver uma alta demanda no mercado por ativos para empréstimo, então as taxas aumentam para garantir que a taxa de utilização permaneça estável.

Por outro lado, se a proporção de empréstimo estiver baixa no mercado, então as taxas de juros serão reduzidas para incentivar o empréstimo. No primeiro caso, um credor ganha mais juros sobre seu capital emprestado e, no segundo caso, ele ganha menos.

Enquanto essas taxas flutuam, os protocolos de empréstimo são hoje considerados uma das formas mais confiáveis de gerar rendimento. No entanto, isto é frequentemente compensado pelo subsídio de governança que você recebe ao usar estes protocolos. Sempre que você usa um protocolo de empréstimo como o Compound (que é uma DAO) você recebe o token de governança em troca (que é o caso do COMP). Estes são tokens de valor e você pode usá-los para participar das decisões de governança no protocolo.

Eu Consigo Obter Renda Passiva Através de Protocolos de Empréstimo e Mútuo?

Os protocolos de empréstimo permitem que você coloque capital ocioso para trabalhar, fornecendo-o facilmente a um protocolo de empréstimo para ganhar juros. Além disso, você também tem direito a tokens de governança que são tokens que acrescentam valor. No entanto, os juros que você recebe por fornecer liquidez dependem do desempenho do mercado. Dito isso, os principais protocolos de empréstimo são usados há muito tempo (considerando o espaço das criptomoedas), sendo bastante confiáveis quando se trata de gerar rendimento passivo.

Tokens LP de Rendimento de Farming

Na verdade, os tokens LP que você recebe após ter fornecido liquidez a um protocolo também podem ser usados em diferentes aplicações de DeFi. Quando o empréstimo se tornou popular pela primeira vez, a utilidade do token LP não estava bem definida. Você dificilmente poderia usá-lo em qualquer lugar. A única renda que você geraria naquele caso será proveniente dos juros que são cobrados dos mutuários. No entanto, agora você pode facilmente obter renda usando os mesmos tokens LP por “farming“ em outros protocolos.
Nesse caso, além do rendimento do empréstimo de seus ativos, você também usa seus tokens LP para gerar ainda mais rendimento. Este processo é conhecido como "composto" e o recurso de DeFi que permite isso é conhecido como compossibilidade. Como os protocolos de empréstimo ocupam a camada base do stack de DeFi, outros protocolos ficam por cima e utilizam seus tokens LP para ajudar os usuários a gerar rendimento composto.
O juros composto é conhecido como a oitava maravilha do mundo e é muito poderoso para aumentar seus fundos, especialmente quando o ativo subjacente também aumenta de valor. No entanto, tome cuidado com a perda impermanente (IL) em LPs que solicitam o fornecimento de duas quantidades iguais de criptoativos (ou seja, 50% ETH, 50% USDC). Simplificando, se você quiser evitar IL, forneça apenas LP de ativos únicos. Para obter mais informações, confira nosso artigo sobre como reduzir o impacto da perda impermanente.

Quanto Posso Receber de Renda Passiva Com Empréstimos?

Você pode ganhar de 2% a 8% de APY com seus ativos emprestados, dependendo do tipo de protocolo, do ativo e da duração do empréstimo. Aave, Maker e Compound são três dos principais protocolos de empréstimos de acordo com a capitalização de mercado.

Veja aqui alguns APYs de ativos disponibilizados pela Aave e Compound.

Fonte: Aave
Fonte: Compound
Estes APYs consideram a taxa de empréstimo a qualquer momento no mercado e, portanto, estão sujeitos a mudanças. Embora esses APYs mudem, eles permanecem mais ou menos em uma faixa. Além desses protocolos, há vários outros que você pode usar para gerar renda em outras cadeias. Por exemplo, considere a Solana. Você pode emprestar uma variedade de tokens na Solend para ganhar rendimentos. Seu token de empréstimo de melhor desempenho no momento é seu token nativo SLND que gera 18,69% APY.
Fonte: Solend

Você encontrará protocolos de empréstimos similares em outras cadeias. No entanto, lembre-se que como o Ethereum é o maior mercado que há, você tem mais chances de obter um APY estável ao emprestá-lo. A rentabilidade do seu capital emprestado dependerá das condições do mercado. Como as APYs permanecem mais ou menos as mesmas em diferentes protocolos, você pode escolher os que funcionam melhor para você.

Como Começar com Empréstimo no Compound?

Nesta seção, exploraremos rapidamente como você pode começar a emprestar ativos em diferentes protocolos hoje mesmo. Vamos focar apenas no Ethereum e considerando Aave e Compound na explicação. Se você já brincou com as interfaces deles, então sabe que emprestar é um trabalho bastante simples nestas plataformas, com interfaces fáceis de navegar.

Para emprestar seus ativos no Compound, acesse compound.finance e selecione “App“. Assim que entrar no webapp deles, você será capaz de ver tanto o mercado de fornecimento como o de empréstimo com seus respectivos APYs. Lembre-se de conectar sua carteira se você não conseguir ver os mercados.
Neste exemplo, eu forneci USDT para Compound e estou ganhando rendimento. Você pode navegar para ver quais ativos você pode fornecer. Após selecionar o token, basta clicar nele e uma tela irá aparecer pedindo que você ative a permissão (lembre-se que esta transação requer uma taxa de gas).

Assim que ativar sua carteira, você poderá oferecer ativos no pool. Após fornecer o ativo, você verá suas posições ativas no pool na parte superior da página, como esta.

Ao acessar sua carteira (neste caso, MetaMask), você poderá ver os tokens LP (neste caso, são os cUSDT).

O empréstimo no Aave tem um processo muito semelhante, você só precisa se acostumar.

Como Começar com Empréstimo no Aave?

Acesse o app.aave.come conecte sua carteira para começar a fornecer seus ativos para o LP. A Aave oferece uma grande variedade de mercados para os quais você pode fornecer seus ativos. Se você clicar no "Mercado Ethereum" na parte superior esquerda, você verá todos os mercados.
Por exemplo, vamos selecionar o mercado Ethereum e selecionar USDT como o ativo que forneceremos. A Aave V3 suporta mais cadeias, incluindo: Arbitrum, Avalanche, Fantom, Harmony, Optimism e Polygon. Quando você clica em "Fornecer", será solicitado que você insira a quantidade que você deseja fornecer para o mercado. Após entrar, será solicitado que você aprove a transação, tendo, para tanto, que pagar a taxa de gás.

Assim que sua transação for aprovada, você poderá ver os aTokens (ou seja, aUSDT neste caso) em sua carteira. Você também poderá ver no topo da página as posições existentes e a APY que você ganhará.

Depois de emprestar seus ativos em qualquer um desses (ou até mesmo em ambos) protocolos, você terá cada vez mais juros com o passar do tempo. Considerando os ciclos de mercado, seu APY pode subir e/ou cair a depender do desempenho do mercado.

Surge então a questão: depois de fornecer ativos nos protocolos de empréstimo, o que mais você pode fazer com os tokens que você recebe em troca (cTokens no caso do Compound e aTokens no caso do Aave)? Para os usuários que desejam aumentar seu rendimento, eles terão que descobrir maneiras de usar os tokens derivados para gerar mais rendimentos. Veja aqui algumas estratégias que você pode usar para fazer exatamente isso.

Como Eu Posso Usar Meus Tokens LP Dos Protocolos de Empréstimo?

Os tokens LP derivados são exatamente como os tokens emprestados por você. A única diferença é que eles estão agregando valor e, portanto, você pode ver o preço aumentar com o tempo. Há algumas maneiras diferentes de usá-los.

Ciclo dos Tokens de LP para Rendimento Composto

O primeiro método é trocar seus tokens LP existentes com outros tokens na 1inch. Neste caso, eu vou trocar cUSDT por USDT.
Eu posso usar o USDT que acabei de receber e colocá-lo de volta no Compound ou até no Aave e aumentar o rendimento. Eu posso então repetir o processo conhecido em “ looping “ quantas vezes for possível (e enquanto tiver gás necessário para pagar por isso) e continuar aumentando meu rendimento.

Isso é possível através de um recurso que já mencionamos acima: compossibilidade. A compossibilidade permite que você crie legos de dinheiro (usando um token emitido por um protocolo como token base de outro protocolo). Estes legos de dinheiro então ajudam a aumentar seu rendimento ao longo do tempo.

Imagine só, se eu repetir este processo três vezes então eu já estou ganhando 6x o rendimento que eu ganharia ao depositar apenas meus ativos uma vez, usando assim alavancagem. No entanto, você precisa considerar as taxas de gás necessárias para executar e sair desta estratégia, podendo ser mais viável numa cadeia de custo baixo ou de camada 2.

Forneça Tokens de LP para Curve

A segunda estratégia também é bastante comum. Você pode usar os tokens para fornecer liquidez em dois ou três pools reservados no Curve. Neste caso, podemos fornecer os nossos aTokens e cTokens em diferentes pools na própria Curve, tornando o processo mais simples.

Quando você fornece liquidez no Curve, você recebe tokens CRV. Você pode usar esses tokens CRV em diferentes formas para aumentar ainda mais seu rendimento no próprio Curve. Uma das formas é fazendo stake (bloqueando) de seus tokens CRV para obter uma participação (atualmente de 50%) das taxas de negociação que vão para os holders de veCRV.

Os holders de veCRV são aqueles que bloqueiam seus tokens CRV e recebem tokens veCRV em troca. Os tokens veCRV são responsáveis por aumentar as suas recompensas em CRV. Você pode usar os tokens veCRV para participar das decisões de governança na plataforma Curve. Você pode encontrar diferentes formas de aumentar suas recompensas fornecendo seus cTokens ou aTokens do Curve, ajudando, assim, a aumentar seu rendimento geral enquanto aumenta sua exposição a uma grande variedade de ativos.

A utilização desses ativos neste protocolo requer uma participação mais ativa dentro do mercado do que uma estratégia de renda passiva. Você precisa monitorar constantemente suas posições no Curve. Além disso, esta estratégia é um pouco mais avançada e é frequentemente usada por usuários mais experientes na DeFi. Se você é apenas alguém buscando gerar alguma renda passiva através de empréstimos, então você não precisa se preocupar em depender de estratégias.

Riscos Dos Protocolos de Empréstimo

Os protocolos de empréstimo são a base do ecossistema DeFi. Junto com as AMMs, eles são responsáveis por manter a liquidez necessária para suportar todo o ecossistema. Os tokens derivados que os credores obtêm dos empréstimos ofertados nessas plataformas são usados em diversos protocolos diferentes.

Riscos de Compossibilidade

Você pode imaginar os riscos de compossibilidade que podem surgir. Se os protocolos da camada base perderem valor por qualquer motivo, e alguns ativos forem afetados, isso afetara as demais utilizações deste ativo, tornando-o bastante arriscado para todo o ecossistema.

Mas o risco da compossibilidade é um risco conhecido na DeFi. Embora alguns protocolos tenham optado por diferentes formas de proteção contra esse risco, nunca ocorreu do ecossistema inteiro entrar em colapso.

Riscos de APY

Além disso, existem os riscos de APY. O que é isso? Nós sabemos que a taxa de utilização de qualquer plataforma de empréstimo leva em conta a quantidade de capital emprestado. A quantidade de capital que é emprestado também depende das condições do mercado. Se o mercado começar a cair e entrar num mercado de baixa, há boas chances de diminuir o volume de capital disponível para empréstimo. E para incentivar os mutuários a continuar tomando empréstimos, será necessário reduzir as taxas de juros. Isso, por sua vez, afetará o APY que os credores estão fazendo com seus ativos.

Pelo contrário, vamos considerar um cenário onde o mercado começa a subir exponencialmente. Quando isso acontece, todos os usuários entram no mercado e alguns deles (vendo muitas oportunidades) começam a tomar emprestado ativos para se alavancar. Quanto mais ativos são emprestados, maior a taxa de utilização, que pode chegar a ser 100% utilizada. Mas 100% da utilização pode levar a casos de "corrida aos bancos". Imagine isso: todo o capital disponível no pool de empréstimo foi emprestado, então os credores não podem sacar seu capital de forma alguma. Para evitar tais casos, precisa-se aumentar as taxas de juros para que os mutuários recorram aos pools de empréstimo. Esse equilíbrio de taxa de juros é feito pelo próprio contrato inteligente e é um processo dinâmico.

O risco de APY aqui é principalmente o que surge da mudança da condição do mercado. Mas as coisas podem começar a parecer muito ruins quando sua taxa de juros continua a flutuar, reagindo a um mercado altamente volátil.

Riscos de Liquidez

O terceiro tipo de risco, que provavelmente é um dos mais preocupantes, é o de liquidação. A liquidação ocorre quando o valor da garantia que você fornece diminui em comparação com o momento em que você a forneceu. Veja o exemplo para esclarecer isso melhor. Suponha que você tenha depositado 50 ETH para pedir um empréstimo. Agora, após alguns dias, o mercado começa a cair e o seu ETH perde 3% do valor. Assim, sua garantia agora caiu para 48,5 ETH. Como a sua garantia caiu, o valor do empréstimo deveria cair também, correto? Na maioria dos casos, não.

O empréstimo de qualquer protocolo é tipicamente garantido em excesso, o que significa que você deposita mais garantia do que o empréstimo que você está recebendo. Isso é feito para assegurar que estes casos não aconteçam com tanta frequência. No entanto, as criptomoedas são um mercado altamente volátil e estes casos podem acontecer, mesmo que não frequentemente. Vamos dar um exemplo de como isso ocorre.

Continuando o nosso exemplo acima, digamos que ocorra uma grande queda no mercado e o ETH perca 48% do seu valor, fazendo com que sua garantia valha 50% a menos do que ele valeria inicialmente. Suponha que você não seja capaz de pagar o empréstimo de volta, nem de acrescentar garantia fornecendo mais ETH. Neste caso, um liquidante comprará sua garantia a um preço com desconto (comparado com o valor de mercado) em troca de liquidação do seu empréstimo. Além disso, os credores também querem sair para salvar seu capital. A atividade de empréstimo seria reduzida a 0. Isso criaria um cenário onde nem os mutuários nem os credores querem participar do mercado.

Considerações Finais

Os pools de empréstimo são definitivamente uma das melhores maneiras de gerar renda passiva dentro da DeFi. Se você emprestar seu capital para qualquer pool com boa reputação como Compound ou Aave, você não só obtém retornos consistentes (a única variação vem do mercado), mas você também pode usar os tokens derivativos através de uma variedade de protocolos diferentes para compor seu rendimento.

Este artigo contém links para sites de terceiros ou outros conteúdos apenas para fins informativos (“Sites de Terceiros”). Os Sites de Terceiros não estão sob o controle da CoinMarketCap, e a CoinMarketCap não é responsável pelo conteúdo de qualquer Site de Terceiros, incluindo, mas não se limitando, a qualquer link contido em um Site de Terceiros, ou quaisquer alterações ou atualizações do Site de Terceiros. A CoinMarketCap fornece esses links para você apenas para conveniência, e a inclusão de qualquer link não implica endosso, aprovação ou recomendação do site pela CoinMarketCap ou qualquer associação com seus operadores. Este artigo deve ser usado e deve ser usado apenas para fins informativos. É importante fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomar qualquer decisão material relacionada a qualquer um dos produtos ou serviços descritos. Este artigo não se destina a, e não deve ser interpretado como, recomendação financeira. As visões e opiniões expressas neste artigo são do autor [da empresa] e não refletem necessariamente as da CoinMarketCap.
16 people liked this article