Uma Análise Profunda da Cardano [Atualizado]
Tech Deep Dives

Uma Análise Profunda da Cardano [Atualizado]

1 year ago

Cardano é uma das dez melhores criptomoedas da CoinMarketCap — qual é a sacada por trás desta criptomoeda revisada por seus pares?

Uma Análise Profunda da Cardano [Atualizado]

Table of Contents

A década de 2010, a primeira década completa das criptomoedas, foi amplamente dominada pelo Bitcoin e Ethereum. O Bitcoin, desde o início, foi o pioneiro no espaço das criptomoedas como o primeiro ativo baseado em blockchain, enquanto o Ethereum redefiniu os parâmetros do que é possível introduzir nos contratos inteligentes, hospedando milhares de novos protocolo ERC20 que continuam a impulsionar a indústria até hoje.
Devido ao domínio e participação de mercado do Ethereum, a maioria dos desenvolvedores opta por trabalhar em sua rede, com o objetivo de melhorar projetos anteriores ou construir novos campos empolgantes, como DeFi, no topo da infraestrutura robusta do Ethereum. No entanto, existem alternativas ambiciosas disponíveis, como a Cardano (ADA).
A Cardano (ADA) pode ser considerada uma iniciativa global de blockchain, visto ser o primeiro blockchain revisado pelos seus pares e desenvolvido academicamente por um grupo de especialistas na área.

A equipe Cardano é formada por engenheiros, acadêmicos e um cofundador do Ethereum. O eclético grupo escolheu fazer algo diferente em 2015 e construir um blockchain nativo do zero.

Juntos, eles estão focados em garantir que a Cardano cumpra o propósito para o qual foi criada: executar uma plataforma digital livre de intermediários financeiros; feita para ser mais inclusiva e sustentável do que outras plataformas de blockchain.

Join us in showcasing the cryptocurrency revolution, one newsletter at a time. Subscribe now to get daily news and market updates right to your inbox, along with our millions of other subscribers (that’s right, millions love us!) — what are you waiting for?

O Que É Cardano?

A Cardano é um projeto de blockchain descentralizado e de código aberto criado para facilitar as transações ponto a ponto. Ela tem uma arquitetura em camadas que facilita os contratos inteligentes, permitindo uma plataforma que é adaptável e escalonável sem comprometer a segurança.
A Cardano começou em 2015 com o líder do projeto Charles Hoskinson, cofundador do Ethereum e BitShares, que deixou o Ethereum após uma discussão sobre manter o projeto sem fins lucrativos. Em 2017, a criptomoeda ADA foi lançada oficialmente quando o boom de ICO se aproximou de seu pico.

De Onde Veio o Nome Cardano (ADA)?

A plataforma foi nomeada em homenagem ao polímata e matemático italiano Gerolamo Cardano. Fascinantemente, seu ativo nativo ADA recebeu o nome apropriado em homenagem à influente matemática britânica Ada King, condessa de Lovelace e filha única do famoso poeta Lord Byron.

Ada Lovelace foi uma brilhante matemática, escritora e agora é reconhecida como uma das primeiras programadoras de computador de todos os tempos. Lovelace reconheceu o potencial matemático dos computadores desde o início e publicou o primeiro algoritmo que a máquina pode executar em 1843. Diz-se que sem o trabalho de Lovelace, os computadores como os conhecemos hoje não existiriam.

Como outra homenagem, a menor unidade de 1 ADA (0,000001 ADA) também é chamada de "Lovelace", assim como a menor subunidade do Bitcoin é referida como 1 Satoshi (0,00000001 BTC) para homenagear seu fundador, Satoshi Nakamoto.

Qual Organização Está Por Trás da Cardano?

Existem várias outras organizações que trabalham juntas para desenvolver a plataforma, mas três se destacam. São elas a Cardano Foundation, Input-Output Hong Kong (IOHK) e Emurgo.

O Que É a Cardano Foundation?

A Cardano Foundation é uma organização de blockchain e criptomoeda com sede em Zug, Suíça, possuindo como sua missão principal “padronizar, proteger e promover“ a tecnologia do Protocolo Cardano. Mais informações podem ser encontradas aqui.

O Que É IOHK?

IOHK é uma organização fundada por Hoskinson e Jeremy Wood, que tem como foco a construção de soluções tecnológicas que visam promover uma melhor inclusão financeira.

O Que É Emurgo?

Emurgo é uma iniciativa mundial projetada para apoiar desenvolvedores, startups e empresas no desenvolvimento de soluções em blockchain. Ela é considerada a empresa irmã da IOHK.

Como a Cardano, Se Tornou um "Blockchain de Terceira Geração"

Hoskinson categoriza a Cardano como um blockchain de terceira geração, com Bitcoin e Ethereum sendo considerados as cadeias de primeira e segunda geração. De acordo com relatos como este da Forbes, Hoskinson discordou sobre como o Ethereum deveria ser construído, o que o levou a criar um movimento separado da equipe.

Esta é também a razão pela qual eles não aproveitaram as cadeias já existentes no desenvolvimento da Cardano; em vez disso, criaram uma rede do zero completamente independente.

Cardano se destaca de outros projetos de blockchain por seguir uma abordagem baseada em dados e muito estudo. Dado que os documentos que descrevem o modelo e os planos da rede estão disponíveis publicamente, engenheiros e desenvolvedores especialistas podem avaliar o caminho a ser percorrido (curiosamente, nenhum whitepaper foi publicado para Cardano). Além disso, a plataforma é baseada no blockchain Ouroboros - o primeiro blockchain proof-of-stake (PoS) que passou por uma revisão dos seus pares.

Contratos Inteligentes da Cardano

A Cardano foi projetada para usar a tecnologia de contrato inteligente em todo o seu potencial. Seu suporte a contratos inteligentes permite que a plataforma estabeleça acordos autoexecutáveis que não precisam de supervisão profissional. Com contratos inteligentes, qualquer pessoa na plataforma pode inserir qualquer condição particular que quiser, e esta deve ser atendida, sendo executada automaticamente sem a necessidade do envolvimento constante do usuário.
A implantação de contratos inteligentes na rede Cardano possibilitará o suporte a aplicativos descentralizados (DApps). Em última análise, o objetivo final da filosofia Cardano é tornar os serviços, antes oferecidos exclusivamente no espaço financeiro tradicional, mais acessíveis e inclusivos por meio de soluções inovadoras de blockchain.

Arquitetura da Cardano: CSL e CCL

A arquitetura de blockchain em camadas da Cardano é composta por dois elementos principais, o Cardano Settlement Layer (CSL) e o Cardano Computational Layer (CCL), o que torna a Cardano verdadeiramente única. A maioria das outras plataformas de blockchain existentes funciona apenas com uma única camada, o que geralmente causa congestionamento de rede, retarda as transações e aumenta as taxas.

A CSL fomenta a unidade de conta da Cardano. Simplificando, é aqui que as transações ponto a ponto ficam mais fáceis, como a transferência de tokens entre usuários.

A CCL é a força vital da rede Cardano. Ela mantém a segurança da rede, atua como marco zero para implantar contratos inteligentes e também serve como uma estrutura projetada para atender aos objetivos da rede, garantindo a conformidade regulatória com várias jurisdições.

Além disso, o CCL permite um armazenamento de dados flexível e um modelo de acesso que obedece às leis que regem as criptomoedas na localidade específica de cada usuário.

Qual a Velocidade de Transação da Cardano (TPS)?

Quando a cadeia Cardano foi testada pela primeira vez em 2017, era capaz de processar até 257 transações por segundo (TPS)

Para uma melhor comparação, o Bitcoin pode processar apenas 4,6 TPS, com Ethereum 1.0 sendo um pouco superior com 15-20 TPS. Claramente, ADA pode processar um volume de transação maior do que as cadeias de primeira e segunda geração juntas.

Como Funciona a Produção de Blocos na Cardano?

Na Cardano, existe uma rede de produtores de blocos com a tarefa de agregar à cadeia novos registros de transações. Sua segurança é garantida pelo protocolo de consenso executado por nós validadores que decidem qual bloco candidato deve ser usado para continuar a cadeia.
O protocolo Ouroboros Praos é um modelo proof-of-stake (PoS) que guia o mecanismo de consenso da Cardano. Ele ordena um ciclo de criação de blocos por meio de epochs que consistem em 432.000 slots, cada um com a duração de aproximadamente cinco dias. Para gerenciar todo o processo, os nós de produção de blocos têm a tarefa de nomear 21.600 líderes de slot por epoch.

Os líderes dos slots são escolhidos de pools de staking com base no volume de seu stake e uma semente aleatória. A semente usa um sistema de computação multipartidária (MPC) para determinar qual participante pode ser indicado para gerar os próximos blocos.

Aplicativos Descentralizados (DApps)

DApps também é um recurso habilitado por contratos inteligentes. Os DApps funcionam como programas de computador e são projetados para executar propósitos específicos para os usuários. Um DApp também é usado pelos participantes da rede para interagir com o blockchain por meio de uma interface de usuário abstrata.

Com o lançamento da rede principal Shelley, os usuários aguardam a disponibilização de mais DApps na plataforma Cardano. O próximo conjunto de DApps implementará linguagens baseadas em Haskell como Plutus, a plataforma de contrato inteligente da Cardano, e Marlowe, sua plataforma DeFi, o que tornar muito mais fácil para os desenvolvedores escreverem e implantarem dapps na Cardano.

Token ADA

ADA é o token nativo da Cardano. É um ativo digital que os participantes da plataforma usam para fazer transferências ponto a ponto, bem como participarem do staking da rede. Todos os detentores de ADA que também fizerem stake de seus tokens podem ser considerados validadores, uma vez que também funcionam como um nó, especialmente quando usam as carteiras da própria Cardano projetadas para ADA.

Roteiro da Cardano

A Cardano traçou seus planos para o desenvolvimento da plataforma. Existem cinco eras que consistem em cada fase do desenvolvimento do blockchain Cardano, nomeadas de: Byron, Shelley, Goguen, Basho e Voltaire. Cada fase se concentrará em uma funcionalidade específica relacionada ao objetivo da plataforma.

[PICTURE, don‘t translate] Roteiro da Cardano (ADA)

Byron (Era da Fundação)

A era Byron da Cardano (em homenagem a Lord Byron, pai de Ada Lovelace) começou em setembro de 2017 com o lançamento da primeira versão da Cardano.

O estágio Byron da Cardano permitiu a compra e venda de ADA em uma rede federada fomentada pelo protocolo de consenso Ouroboros, o primeiro protocolo PoS construído com extensa pesquisa acadêmica.

A era Byron se concentrou em estabelecer uma base sólida para Cardano e construir uma comunidade leal de apoiadores do blockchain. Ela viu o lançamento da carteira desktop Daedalus da IOHK e da carteira Yoroi de Emurgo, uma alternativa leve para transações mais rápidas e uso diário, bem como a listagem da ADA em todas as principais corretoras de criptomoedas. Seu término ocorreu em 2020 com o lançamento da era Shelley. Mais informações sobre a Era Byron podem ser encontradas aqui.

Shelley (Era da Descentralização)

Shelley é parte integrante da transição da Cardano para uma melhor descentralização. A rede principal Shelley foi lançada oficialmente em 29 de julho de 2020, anunciando a era proof-of-stake da Cardano e oferecendo recompensas de stake aos participantes. A era Shelley funciona abrindo caminho para uma melhor participação da comunidade na rede, o que pode ser feito através da transferência de mais nós em seu próprio controle.

Shelley deriva seu nome de Mary Shelley, autora do livro de terror Frankenstein, que representa uma pontuação inteligente para o objetivo da rede de se tornar totalmente autônoma, da mesma forma que a lendária criatura aterrorizante.

Com mais usuários executando os nós da rede, Cardano espera alcançar maior segurança e desempenho do que sua abordagem anterior utilizada no Byron. E se Shelley for bem-sucedida, a equipe da Cardano acredita que pode atingir o nível de descentralização que almeja.

O ponto de destaque da atualização da Shelley é a participação dos holders de ADA, que também são os validadores que alimentam o sistema PoS da rede. Como outras cadeias de PoS, Shelley permite que os detentores de ADA também delegem seu stake a outros validadores como uma forma de participação na rede.

Shelley também possibilita um sistema em que os titulares de ADA podem criar pools de staking, disponibilizando a distribuição de incentivos da rede aos stakers que participam da proteção da rede. A equipe da Cardano espera ser 50 a 100 vezes mais descentralizada do que outras redes por meio de um esquema de incentivos que pode suportar cerca de 1.000 pools de stake. Mais informações sobre a Era Shelley podem ser encontradas aqui.

Goguen (Era do Contrato Inteligente)

A mainnet Goguen (em homenagem ao cientista da computação e acadêmico dos EUA Joseph Goguen) deve ser lançada por volta de março de 2021. A era Goguen dará início a uma maior capacidade técnica para os desenvolvedores criarem DApps que podem fornecer mais funcionalidade para a cadeia, incluindo a implementação de seu plano de possuir vários ativos no blockchain.

Outro recurso que será disponibilizado por meio da implementação do Goguen é uma interoperabilidade mais ampla com outros contratos inteligentes existentes, independentemente da diferença na linguagem de codificação usada para desenvolvê-los.

O uso da linguagem Marlowe (sua plataforma DeFi), construída em cima do Plutus (sua plataforma de contrato inteligente), garantirá que mesmo aqueles que não têm muito conhecimento técnico possam criar livremente seus próprios contratos inteligentes.

Em preparação para o lançamento da rede principal Goguen, a Cardano já habilitou o bloqueio do token. Isso ocorre para garantir a sustentabilidade necessária para que a rede implemente a próxima fase, a era Voltaire, onde os participantes da rede terão a oportunidade de votar em atualizações e modificações do protocolo.

Infelizmente, a Cardano ainda atrai críticas de alguns membros da comunidade por sua atualização gradual. Muitos, no entanto, acreditam que um processo gradual é importante para a Cardano, uma vez que permite que haja tempo para testar e revisar a plataforma, tornando-a confiável o suficiente para uma implementação massiva. Mais informações sobre a Era Goguen podem ser encontradas aqui.

Basho (Era do Escalonamento)

A era Basho da Cardano, cuja data de lançamento ainda não foi confirmada, otimizará a rede, ajudando-a a crescer e se tornar mais interoperável.

Basho, que deve o seu nome ao famoso poeta japonês e mestre do haicai Matsuo Bashõ (1644-1694), trará dois desenvolvimentos principais que afetam a escalabilidade sustentável:

  • Em primeiro lugar, ele introduzirá sidechains que serão usados como um mecanismo de fragmentação para escalonar ainda mais a capacidade da rede sem afetar sua segurança.
  • Em segundo lugar, ela lançará estilos de contabilidade que funcionam paralelamente ao modelo UTXO da Cardano, promovendo assim uma maior interoperabilidade.
Mais informações sobre a Era Basho podem ser encontradas aqui.

Voltaire (Era da Governança)

A era Voltaire da Cardano, batizada em homenagem ao famoso poeta, escritor e filósofo francês do século 17, dará os retoques finais à rede para ajudá-la a amadurecer e se tornar uma plataforma totalmente autossustentável e descentralizada.

Voltaire introduzirá um sistema de votação e tesouraria, e os participantes podem utilizar seus stakes e direitos de voto para orientar o desenvolvimento futuro da Cardano. Com a entrada em vigor dessas peças de autogovernança, a jornada da Cardano para a descentralização total estará completa e sua gestão será transferida da IOHK para sua comunidade. Mais informações sobre a Era Voltaire podem ser encontradas aqui.

Como Fazer Stake de ADA

Ao contrário de outras criptomoedas, a ADA não pode ser minerada, uma vez que não implementa um modelo de consenso de proof-of-work (PoW). Como não possui mineradores, o consenso da rede depende dos nós da rede por meio das carteiras Cardano e pools de staking.

Como já mencionado, a rede PoS da Cardano funciona por meio de validadores que garantem sua integridade. Esses são os nós encarregados de manter uma cópia atualizada do estado do blockchain, que será usada para verificar as transações posteriormente.

Os detentores de ADA podem delegar seu stake usando as carteiras Daedalus ou Yoroi. O staking de Cardano é simples, basta delegar seus tokens ADA em sua carteira para o pool de escolha e permitir que um operador mantenha o stake em seu nome. Os stakers então possuem direito a uma recompensa proporcional aos seus stakes, permitindo-lhes ganhar recompensas passivas por blocos de validação.

Existem dois endereços Cardano que os usuários devem ter em mente ao armazenar ADA. Um é usado para transações e o outro é para stake. O que o torna diferente da maioria dos pools de staking em finanças descentralizadas (DeFi) é que os ativos que você mantém em pools podem ser facilmente removidos das carteiras de staking a qualquer momento.

Um guia passo a passo sobre como fazer stake de ADA pode ser encontrado aqui.

Onde Fazer Stake de ADA

Existem pools de stake que compõem a rede de validadores da Cardano e estão abertos para que os usuários participem.

Os titulares de ADA podem participar dos pools de staking existentes delegando seus tokens por meio da carteira Daedalus ou Yoroi. Nesses casos, o responsável pelo stake não precisa manter uma conexão constante com a Internet. A única questão a ser considerada ao fazer stake de ADA são as taxas cobradas pelos pools.

Os interessados também podem optar por manter seu próprio pool de staking para a ADA. No entanto, estabelecer seu próprio pool pode ser um processo muito mais complexo.

Para operar um pool de staking independente, um staker deve se certificar de que seu nó está sempre online, o que significa que seu hardware deve permanecer ligado e conectado à internet o tempo todo. Além disso, você também deve ter o conhecimento necessário para executar e manter nós Cardano.

Ao contrário de outras redes baseadas em PoW, não há necessidade de uma plataforma de mineração poderosa durante o stake, mas você precisa de uma conexão de internet confiável. E mesmo sem possuir ADA, qualquer um pode operar pools de stake individuais, ajudando a fornecer seu conhecimento técnico para outros participantes da rede que também fazem stake.

Staking na Carteira Daedalus

O staking na carteira Daedalus ocorre diretamente e é uma opção fácil. Primeiro, na Daedalus, navegue até o centro de Delegação. Selecione a guia pool de stake, escolha o pool de stake para o qual deseja delegar e clique em “Delegar para este pool“. Selecione a carteira que contém os fundos que você deseja delegar. Em seguida, confirme o pool de stake selecionado. Finalmente, use sua senha de aprovação ou conecte sua carteira de hardware para confirmar a transação.

Instruções detalhadas podem ser encontradas aqui.

Staking na Carteira Yoroi

Staking com Yoroi é um pouco mais complicado se você ainda tiver moedas ADA na carteira Byron. Nas eras Byron e Shelley, diferentes formatos de endereços de carteira eram usados. Os detentores de ADA devem converter para carteiras Shelley antes de fazerem stake.

A conversão para a carteira Shelley exige que os usuários reinstalem sua extensão do Yoroi no Chrome. Depois de reinstalar e criar uma nova carteira Shelley, os usuários podem transferir seus fundos ADA do antigo Byron para a nova carteira Shelley.

De lá, os usuários podem facilmente ir para Delegação e inserir o ID do pool de stake. Após confirmar a transação, basta fornecer a senha de aprovação para efetuar o pagamento da taxa e clicar em Delegar. Os IDs do pool de Stake podem ser encontrados aqui. Um guia mais detalhado com ilustrações pode ser encontrado aqui.

Recompensas de Staking de ADA e Qual Pool de Stake Escolher

De acordo com poolstats, em agosto de 2021, as recompensas de staking da ADA podiam chegar a 36% (com base em uma média de 30 dias). No entanto, com mais de 2.000 opções de pools de stake, os detentores de ADA podem perguntar: como você escolhe um pool de stake?
Do ponto de vista do protocolo, os indicadores de desempenho podem ser usados para determinar quais pools de stake escolher. Os exemplos são: saturação, classificação, stake ao vivo, margem do pool, penhor, custo por epoch e blocos produzidos. Esses são os principais indicadores de desempenho identificados pela IOHK. No entanto, sites criados pela comunidade também rastreiam outras métricas úteis para ajudar a escolher o stake de ADA, como adapools.

De uma visão fora do protocolo, os detentores de ADA podem considerar fatores relacionados aos pools de stake, como, se é operado por alguém de sua confiança ou uma ONG, ou se funciona com energia verde. Outros fatores a serem considerados incluem: se ela doa para uma causa de caridade, sua localização geográfica, estrutura das partes interessadas, transparência e interface do usuário.

IOHK oferece uma descrição mais detalhada aqui.

Revisão da Cardano

Cardano vs Bitcoin

O Bitcoin é a maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado. Lançado em 2009, ele permaneceu no topo de todas as outras altcoin desde então. E embora tenha sido apresentado como a reserva definitiva de valor e moeda forte, carece de suporte ao cliente.

A Cardano, por outro lado, já está a caminho de incluir contratos inteligentes por meio de uma nova plataforma chamada Plutus, a ser implantada na próxima atualização do Goguen. Embora os desenvolvedores do Bitcoin também tenham um plano próprio, ele parece longe da implementação real, considerando que sua linguagem de contrato inteligente direcionada, chamada “Sapio“, ainda está em desenvolvimento. Além disso, o Bitcoin também apresentou limitações na execução de aplicativos de contrato inteligente, ao contrário da Cardano.

Cardano é mais forte em termos de processamento de transações. O problema da escalabilidade do Bitcoin é constatado em sua capacidade de resolver apenas 4,6 TPS. Isso não se compara com a Cardano, que pode lidar com 257 TPS. Portanto, a Cardano é muito mais rápida do que o Bitcoin, atualmente, para facilitar as transações ponto a ponto.

Cardano vs Ethereum

O primeiro ponto de comparação entre Cardano e Ethereum está em seu algoritmo de consenso. A era Shelley para Cardano e o recém-lançado Ethereum 2.0 utilizam modelos de consenso totalmente baseados em PoS. Pode ser difícil comparar o desempenho de ambos neste ponto, uma vez que nenhum deles está completamente operacional.

No entanto, na configuração atual, entre Cardano e Etherum, Cardano parece muito mais forte do que seu concorrente, Ethereum, em termos de TPS. Quando se trata de custos de transação, o Ethereum também fica para trás devido a seus problemas com caras taxas de gás.

Além disso, os contratos inteligentes no Ethereum são menos tolerantes a erros em comparação com o que a Cardano suportará com o lançamento do CCL. Segundo a equipe da Cardano, também haverá segmentos de codificação que estarão acessíveis a qualquer pessoa para facilitar o uso de contratos inteligentes na plataforma.

Cardano vs EOS

EOS é um projeto de blockchain relativamente novo no setor. Ele é projetado para oferecer suporte à implantação de contratos inteligentes.
O EOS se autodenomina a rede de blockchain de contrato inteligente mais rápida e escalonável do setor, implementando um mecanismo de consenso de delegated proof-of-stake (DPoS). Isso permite que a plataforma busque um sistema descentralizado onde a tarefa de verificar as transações a serem armazenadas em blocos também seja centrada na comunidade.
Comparado à Cardano, o EOS promete uma maior taxa de transferência de transações com a capacidade de liquidar 6.000 TPS. Ele também não possui taxas de transação. Em vez disso, EOS infla o valor dos tokens EOS em 1% ao ano.

A força da Cardano contra EOS está na dificuldade de desenvolver DApps no EOS. A integridade da rede EOS depende dos dapps construídos na plataforma. Mas, até o momento, não há dapps suficientes implantados no EOS que possam suportar uma maior adoção.

Além disso, ao contrário da Cardano, existem apenas 21 produtores de blocos com a tarefa de manter a rede EOS segura, tornando-a uma rede semi-centralizada.

Qual a Melhor Carteira Para Cardano

Existem muitas carteiras que podem ser usadas para armazenar ADA, como Daedalus, Yoroi, Ledger e Trezor. As corretoras de criptomoedas também oferecem carteiras quentes, em que a ADA pode ser mantida sob a custódia dessas plataformas.

A desvantagem das carteiras quentes operadas pelas corretoras é que elas podem ser suscetíveis a hacks. É por isso que é aconselhável manter seu ADA em sua própria carteira. Carteiras dedicadas a ADA, como Daedalus e Yoroi, também apresentam alguns benefícios extras para os titulares.

Carteira Daedalus

A Carteira Daedalus é uma das carteiras da própria Cardano, projetada especificamente para armazenar ADA. É uma carteira determinística hierárquica de nó completo (HD) baseada em desktop para o token nativo da rede.

Porém, mais do que apenas um armazenamento de tokens, esta carteira funciona como um nó completo da Cardano. Isso permite que o usuário visualize todas as transações realizadas, inclusive a realização de consultas específicas sobre informações sobre o estado da rede Cardano.

Isso também ajuda a proteger a rede, mantendo uma cópia de todo o estado do blockchain, bem como validando blocos e transações antes de serem finalizados e adicionados à cadeia.

Para usar a carteira Daedalus, basta fazer o download da carteira para Windows, Mac ou Linux. Ele pode ocupar até 6 GB de espaço, pois precisa armazenar a cópia do blockchain na carteira. Mais informações podem ser encontradas aqui.

Carteira Yoroi

A carteira Yoroi é uma carteira leve, HD, baseada em navegador, projetada para armazenar ADA. Ao contrário da carteira Daedalus, ela está conectada apenas a um nó completo da Cardano, vinculado ao ecossistema Emurgo. Por não precisar ter uma cópia do estado completo do blockchain e ser executado como uma extensão no Firefox ou Chrome, ele pode ser facilmente instalado e configurado sem exigir muitos recursos do sistema do usuário.

Mais informações podem ser encontradas aqui.

Onde Comprar ADA

ADA já está disponível em várias corretoras de criptomoedas, como Coinbase, Binance, Kraken, Gemini e CEX.io, entre outros. Atualmente ela possui alguns pares fiat e também pode ser adquirida com Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) ou stablecoins.

Além disso, quem já possui ADA pode solicitar um cartão de débito da Cardano que pode ser usado como um cartão normal. No entanto, enquanto armazena ADA, ele converte automaticamente o token em fiat para que possa ser usado para transações regulares. Por estar vinculado ao aplicativo que o usuário utiliza para interagir com a rede Cardano, o usuário também pode monitorar sua transação e saldo online.

Como Comprar Cardano

Na compra da ADA, há duas etapas iniciais que precisam ser executadas. Uma é criar uma carteira Daedalus ou Yoroi e, a segunda, é abrir uma conta na corretora de criptomoedas de sua escolha. Assim que você já tiver ambas, a próxima etapa é comprar BTC ou ETH e, em seguida, transferi-los de volta para sua Carteira ADA.

Passo 1- Configurar Sua Carteira ADA

Para armazenar ADA você pode escolher a carteira Daedalus ou Yoroi. Ambas podem ser baixadas online, você só precisa descobrir qual versão se adapta ao seu computador.

Após as etapas necessárias para configurar o aplicativo da carteira, você precisará aguardar até que a carteira seja sincronizada com a rede Cardano. Depois de abrir a carteira, encontre o endereço da carteira no botão “receber” na interface.

Passo 2 - Obtenha BTC, ETH, ou Stablecoins

Você não pode comprar ADA com moeda fiat, e por isso você precisa obter BTC, ETH ou stablecoins como USDT, BUSD, USDC, etc. Depois de escolher uma corretora que oferece os melhores preços para BTC ou ETH, você pode abrir uma conta e comprar o quanto precisar.

Passo 3 - Troque BTC/ETH/stablecoin por ADA

Assim que adquirir BTC/ETH/stablecoin, você poderá usar a mesma corretora para comprar ADA.

Talvez um dos conselhos mais importantes sobre o processo de acumulação de ADA seja: certifique-se de mantê-la em sua carteira. Isso não é obrigatório, mas altamente recomendado.

Assim que comprar ADA suficiente, você pode transferi-las de volta para sua carteira.

No entanto, certifique-se de que, durante todo o processo de transferência, você tenha os endereços corretos das carteiras. As transações transmitidas à rede não podem ser revertidas devido à natureza desses sistemas. Sempre confirme antes de clicar em “enviar” toda vez que você fizer uma transação no blockchain.

Este artigo contém links para sites de terceiros ou outros conteúdos apenas para fins informativos (“Sites de Terceiros”). Os Sites de Terceiros não estão sob o controle da CoinMarketCap, e a CoinMarketCap não é responsável pelo conteúdo de qualquer Site de Terceiros, incluindo, mas não se limitando, a qualquer link contido em um Site de Terceiros, ou quaisquer alterações ou atualizações do Site de Terceiros. A CoinMarketCap fornece esses links para você apenas para conveniência, e a inclusão de qualquer link não implica endosso, aprovação ou recomendação do site pela CoinMarketCap ou qualquer associação com seus operadores. Este artigo deve ser usado e deve ser usado apenas para fins informativos. É importante fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomar qualquer decisão material relacionada a qualquer um dos produtos ou serviços descritos. Este artigo não se destina a, e não deve ser interpretado como, recomendação financeira. As visões e opiniões expressas neste artigo são do autor [da empresa] e não refletem necessariamente as da CoinMarketCap.
1 person liked this article