Tudo Que Você Precisa Saber Sobre a Merge do Ethereum: Derrubando Conceitos Errados
Tech Deep Dives

Tudo Que Você Precisa Saber Sobre a Merge do Ethereum: Derrubando Conceitos Errados

10m
3 months ago

A data da The Merge foi marcada após o sucesso na fusão da testnet Goerli. No entanto, ainda há conceitos errados sobre o que acontecerá com o Ethereum após a fusão. Leia para descobrir.

Tudo Que Você Precisa Saber Sobre a Merge do Ethereum: Derrubando Conceitos Errados

Índice

A mainnet do Ethereum passará por uma mudança drástica nas próximas semanas. Ela se fundirá com a Beacon Chain e mudará completamente para um mecanismo de consenso proof-of-stake (PoS), ao invés de proof-of-work (PoW), utilizado atualmente pela mainnet.
Além disso, The Merge abrirá caminho para atualizações futuras cruciais na rede, incluindo sharding para melhorar a escalabilidade e redução do consumo de energia.

Leia: O Merge Trade de ETH

Com o sucesso na implementação do PoS na testnet final, Goerli, se aproxima a The Merge, atualmente marcada para 15 de setembro de 2022. Com isso, as pessoas possuem muitas perguntas sobre a mudança crucial que afetará o Ethereum.

Mais importante ainda, há alguns equívocos que precisam ser esclarecidos. Há muito a entender, mas pode ser difícil encontrar uma resposta clara. Sendo assim, neste artigo, vamos explorar questões urgentes e desmascarar conceitos errados sobre The Merge, trazendo clareza para este grande evento no Ethereum.

Join us in showcasing the cryptocurrency revolution, one newsletter at a time. Subscribe now to get daily news and market updates right to your inbox, along with our millions of other subscribers (that’s right, millions love us!) — what are you waiting for?

O Que Exatamente É The Merge?

No momento, The Merge está programada para ocorrer em 15 de setembro de 2022. No entanto, sempre pode atrasar. A própria fusão está alguns anos atrasada.

The Merge passará por várias fases de teste para garantir que tudo funciona como esperado. Em 8 de junho, os desenvolvedores completaram a fusão da testnet Ropsten, a testnet mais popular. Após, em 6 de julho, a testnet Sepolia concluiu a Merge sem grandes falhas.

A testnet Goerli, a terceira e última, concluiu The Merge com sucesso em 11 de agosto. Nenhum grande problema técnico foi relatado durante a Merge da Goerli, para a satisfação dos entusiastas do Ethereum, tendo o ETH subido 11% como resultado.

O Ethereum Será Desligado Durante The Merge?

Assim como as atualizações anteriores das redes, The Merge não desativará o Ethereum. Assim que a rede atingir a dificuldade total do terminal (total acumulado de poder de mineração usado para validar um novo bloco), as regras de consenso mudarão automaticamente de PoW para PoS.

Resumindo: O Ethereum não ficará offline durante o processo.

Eu Preciso Fazer Alguma Coisa Como Um Usuário de Ethereum?

Se você for um usuário da rede Ethereum ou alguém que investe em ETH, você não precisa fazer nada para se preparar para The Merge.

The Merge é uma atualização no protocolo que não impacta diretamente os usuários ou seus holders. Mantenha seus fundos onde eles estão hoje, continue usando sua carteira como antes e mantenha as posições de LP se você as tiver. Nenhum desses aspectos mudará ou será afetado quando ocorrer The Merge.

Embora a transição de PoW para PoS seja um hard fork — ela muda o centro do protocolo, mas todo o histórico do Ethereum permanecerá intacto e imutável. Os fundos mantidos em sua carteira antes da The Merge ainda estarão lá quando a atualização da rede estiver concluída.

Não há necessidade de fazer nada, além de relaxar e acompanhar o desenrolar dos eventos.

Obviamente haverá hackers e fraudadores tentando enganar os usuários para que eles tomem atitudes desnecessárias. Provavelmente haverá um grande aumento de e-mail de phishing, golpes e e-mails falsos pedindo aos usuários que enviem seu saldo ETH ou tokens ERC20 para "novos endereços compatíveis com ETH2". A melhor forma de agir é ignorar tudo isso, pois não haverá um novo token ETH2, nem uma carteira padrão ETH2.

E Se Eu For Um Operador de Nó, Staker ou Desenvolvedor?

Isso não se aplica totalmente aos usuários que fazem stake de ETH executando seus próprios nós ou operando a infraestrutura de nó em qualquer outra forma. No entanto, estes passos são simples e vale a pena conferir a Checklist Para Se Preparar Para Merge para garantir que todos os passos adequados foram cumpridos.

Etapas necessárias para os stakers de ETH que executam nós próprios:

  • Execute um "client" de camada de consenso e um "client" de camada de execução para não correr o risco de não receber mais dados de execução antes do término da The Merge.
  • Autentique ambos os "clients" com um JWT compartilhado para permitir uma comunicação segura nos dois sentidos.
  • Defina um endereço destinatário para taxas, para receber gorjetas das taxas de transação.

Não concluir os dois primeiros passos resultará nos nós sendo relatados como "offline" após The Merge, até que ambas as camadas estejam totalmente sincronizadas e autenticadas.

Etapas para operadores de nós que não são validadores:

  • Configure tanto um "client" da camada de execução quanto um "client" da camada de consenso, que funcionarão em conjunto através da nova API Engine.
  • Configure a autenticação entre ambos os "clients" através de um JWT secreto.

Etapas para desenvolvedores do Ethereum:

  • Nada específico. Mas cabe destacar que The Merge mudará a estrutura do bloco, o tempo do bloco, as alterações do opcode, interromperá as fontes de aleatoriedade on-chain e mudará o conceito de cabeça segura (safe head) e finalização dos blocos. Os desenvolvedores podem encontrar mais detalhes nesta publicação no blog.

Agora que passamos pelos requisitos técnicos, é hora de esclarecer algumas crenças equivocadas dos usuários comuns ao manter o ETH durante a The Merge.

Eu Preciso Fazer Stake de 32 ETH Para Executar um Nó do Ethereum?

Parece que houve muita falha de comunicação sobre a operação do nó de Ethereum após The Merge.

Pré e pós Merge, qualquer um é capaz de executar um nó da rede Ethereum sem ser validador, sem assumir qualquer compromisso de se engajar no stake de ETH. Nunca foi necessário deter ETH para executar o nó, nem será após The Merge.

Os usuários podem optar por dois tipos de nós:

  • Nó de Minerador/Validador: O único tipo de nó capaz de propor blocos de rede, mas requer que algum recurso seja comprometido. Esse recurso é energia de mineração nas regras PoW, ou stake de ETH no PoS. Os nós ganham recompensas do protocolo por seu apoio contínuo à rede Ethereum.
  • Nó Tradicional: Não precisa comprometer recursos, mas irá operar um computador/servidor conectado à internet e à rede 24 horas por dia, 7 dias por semana. Esses nós não podem propor blocos, mas separam novos blocos de rede e verificam sua validade. Estes nós são incrivelmente valiosos para o Ethereum e irão aumentar sua resistência à censura e os aspectos da descentralização.

A exigência de stake de 32 ETH se aplica apenas aos usuários que pretendem executar um nó validador após a The Merge mudando para PoS. No entanto, aqueles que preferem executar um nó não validador não precisam se preocupar em se comprometer financeiramente. Além disso, aqueles com menos de 32 ETH ainda podem fazer stake por meio de provedores e pools de stake.

The Merge Diminuirá as Taxas de Transação?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pode pensar, The Merge não irá alterar as taxas de gás do Ethereum. A fusão não expande a capacidade da rede, nem fornece estruturas de transação mais eficientes.

Ela é uma mudança no mecanismo de consenso e abrirá caminho para futuras melhorias nas taxas de transação, mas taxas de gás mais baixas não serão uma cortesia da The Merge.
Para entender o motivo, primeiro você precisa entender como funcionam as taxas de gás do Ethereum: elas são o resultado da demanda da rede em relação a sua capacidade. Com a rede atingindo a capacidade máxima e a demanda permanecendo alta, as taxas de gás irão subir. No entanto, as taxas podem diminuir quando a demanda permanece a mesma ou diminui e a capacidade da rede não atinge seu máximo. The Merge não influenciará esta correlação, embora futuras atualizações possam trazer melhorias.

A mudança para PoS lançará a base para o sharding (fragmentação) e maiores taxas de transferência. No entanto, essas atualizações não serão implementadas tão cedo, já que não há um cronograma oficial de ativação da Mainnet.

Muitos players estão construindo no espaço de rollups de camada dois (L2), com muitos desenvolvimentos prometendo transações de rede mais baratas e mais rápidas dentro do ecossistema Ethereum. Leia nossa análise profunda dos promissores rollups de L2 como Arbitrum, Optimism, ZkSync, StarkWare e Polygon.

The Merge Tornará as Transações Mais Rápidas?

The Merge introduzirá algumas pequenas mudanças nas transações na rede Ethereum de duas maneiras: tempo de inclusão do bloco e tempo de finalização. Haverá uma melhoria de aproximadamente 10% no tempo de publicação de um novo bloco, mas ela não será perceptível para os usuários finais.

No Ethereum PoW, os blocos são produzidos a cada 13,3 segundos, enquanto que na Beacon Chain, os slots ocorrem precisamente a cada 12 segundos, sendo assim, os blocos são produzidos 10% mais rápido no PoS do que no PoW.

PoS permitirá um novo conceito de finalidade de transação e agrupará blocos em epochs a cada 6,4 minutos. No entanto, isso não irá acelerar as transações, já que o processo de finalização manterá aproximadamente a mesma quantidade de blocos PoW necessários hoje para as DApps.

Leia: O Que São DApps?

Eu Posso Sacar o ETH em Stake Assim Que Ocorrer a Fusão?

Essa é outra concepção errada que pode deixar alguns usuários desapontados. Foi disponibilizada aos usuários uma forma de se engajar com o stake de ETH na Beacon Chain antes do The Merge, no entanto, eles não poderão sacar seu stake assim que ocorrer a Merge.

Ao invés disso, esse processo será habilitado em uma futura atualização da rede, chamada de "Shanghai". A atualização Shanghai é a primeira grande atualização após The Merge, embora possa levar 12 meses ou mais para ser ativada na Mainnet.

Além disso, a rega se aplica ao stake de ETH, recompensas de staking e saldos ETH recém emitidos imediatamente após a conclusão da The Merge. Todos os fundos permanecerão na Beacon Chain e não poderão ser sacados até que a atualização Shanghai seja lançada.

Os Validadores Receberão Recompensas de ETH Antes da Shanghai?

Sim, eles receberão gorjetas gratuitas e MEV (Miner Extracted Value) nas suas contas da mainnet, com recursos sendo disponibilizados imediatamente.

O protocolo Ethereum emitirá ETH como recompensa para os validadores que ajudarem a estabelecer o consenso da rede. Esses fundos estão bloqueados na Beacon Chain, onde os validadores possuem endereços exclusivos que detêm suas recompensas e stake de ETH.

No entanto, o ETH na mainnet, resultante das transações concluídas pelos usuários, taxas de gás e as gorjetas dos validadores, está na camada de execução e não na Beacon Chain.

Tenha em mente que os validadores só receberão esses ganhos se eles designarem um endereço destinatário para taxas válido em seu software client.

Os Stakes Poderão Sacar Seu Stake Quando o Saque For Liberado?

Haverá um influxo de liquidez de ETH assim que a atualização Shanghai entrar em operação. Todos os stakers podem resgatar suas recompensas e sacar seu ETH em stake se não quiserem mais apoiar a rede.

No entanto, apenas um certo número de validadores da rede pode sacar seu apoio à rede. Essa medida de segurança é essencial e garante que a rede Ethereum permaneça operacional.

A atualização Shanghai oferecerá um incentivo para que os validadores saquem saldos em stake acima de 32 ETH, já que esses fundos não contribuem para rendimentos adicionais. Alguns podem até mesmo parar completamente o nó e recuperar todo o seu saldo, ou aportar mais fundos em stake e ganhar mais rendimento.

O protocolo Ethereum limita a saída completa do validador para seis a cada epochs ou 1.350 por dia. Isso também significa que os validadores podem sacar no máximo 43.200 ETH em stake diariamente, com mais de 10 milhões de ETH em stake no momento. Esses números não são fixos, podendo variar com base na quantidade total de ETH em stake, mas é o suficiente para evitar que todos saiam simultaneamente.

O APR do Stake Aumentará Após The Merge?

Os desenvolvedores do Ethereum optaram propositadamente por um stake com APR variável. Ele permite que os usuários determinem quanto eles querem receber para proteger a rede. Caso os validadores decidam sacar seu nó, o APR pode aumentar gradualmente para aqueles que continuam comprometidos com o stake.
O APR atual, de acordo com Ethereum.org, é de aproximadamente 4,1%.

Não é improvável que haja um aumento gradual de APR, mas não se deve esperar um crescimento desproporcional. Algumas pessoas projetam um aumento de 200%, mas isso provavelmente será mais próximo a 50%, ou até menos.

Após a fusão, a APR provavelmente aumentará, e as taxas de transação começaram a fluir para os validadores, ao invés dos mineradores. Essas taxas estão alinhadas com a atividade da rede durante o bloco proposto pelo validador, resultando na renda variável.

Tenha em mente que um aumento de 50% em APR não significa que os usuários ganharão recompensas em mais de 50% do seu stake. Isso significa que o APR atual aumentará em 50% e subirá para aproximadamente 7% ou um pouco mais, o que ainda é uma taxa muito atraente.

O ETH2 Ainda Existe?

Durante os primeiros dias do planejamento da The Merge, houve rumores sobre a criação da "ETH2". Algumas pessoas interpretaram isso como a criação de uma nova rede e moeda, embora nenhuma delas exista. Além disso, os desenvolvedores do Ethereum pararam de usar o termo "ETH2" com a proximidade do The Merge, para evitar qualquer confusão desnecessária.
Embora seja verdade que exista uma ETH1 (a mainnet) e alguns chamem a Beacon Chain de "ETH2", elas se fundirão com a Merge, se tornando uma rede. A rede continuará sendo a mainnet do Ethereum e terá todos os recursos da Beacon Chain.

Os desenvolvedores ainda tratam como EHT1 e ETH2, mas isso se aplica à camada de execução para as transações, Eth1, e a camada de consenso do PoS, Eth2.

Tenha em mente que essas não são redes separadas, mas sim duas facetas da mainnet do Ethereum que servem a um propósito exclusivo.

Quando o Ethereum Habilitará o Sharding (Compartilhamento)?

O plano inicial era habilitar o sharding antes da Merge, o que acabou não se mostrando possível.

No entanto, o Ethereum viu várias soluções de escalonamento de L2 aparecerem para aliviar algumas de suas preocupações. Isso permitiu que os desenvolvedores priorizassem a mudança do consenso para PoS, reduzindo significativamente o consumo de energia da rede.

O sharding ainda faz parte do roteiro de longo prazo, de acordo com o co-fundador Vitalik Buterin, embora sua implementação não ocorra em breve.

Em vez disso, os desenvolvedores continuam procurando a maneira de otimizar a distribuição de dados de chamadas compactados e armazenados de contratos de rollup para permitir que a capacidade da rede cresça exponencialmente. De forma simples, isso se traduz em transações mais rápidas e baratas para os usuários. A mudança para PoS é necessária para continuar explorando oportunidades viáveis nessa frente.

O sharding também não faz parte da atualização Shanghai, o que significa que levará pelo menos 12 meses para o sharding chegar na mainnet do Ethereum. Na realidade, provavelmente levará dois anos ou mais, embora esse cronograma esteja sempre sujeito a mudanças.

Este artigo contém links para sites de terceiros ou outros conteúdos apenas para fins informativos (“Sites de Terceiros”). Os Sites de Terceiros não estão sob o controle da CoinMarketCap, e a CoinMarketCap não é responsável pelo conteúdo de qualquer Site de Terceiros, incluindo, mas não se limitando, a qualquer link contido em um Site de Terceiros, ou quaisquer alterações ou atualizações do Site de Terceiros. A CoinMarketCap fornece esses links para você apenas para conveniência, e a inclusão de qualquer link não implica endosso, aprovação ou recomendação do site pela CoinMarketCap ou qualquer associação com seus operadores. Este artigo deve ser usado e deve ser usado apenas para fins informativos. É importante fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomar qualquer decisão material relacionada a qualquer um dos produtos ou serviços descritos. Este artigo não se destina a, e não deve ser interpretado como, recomendação financeira. As visões e opiniões expressas neste artigo são do autor [da empresa] e não refletem necessariamente as da CoinMarketCap.
30 people liked this article